segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Como a pirâmide alimentar pode melhorar sua dieta


piramide alimentar dieta Como a pirâmide alimentar pode melhorar sua dieta

Depois de um final de semana cheio de Cupcakes, vamos a dieta!

Quem deseja eliminar os quilos a mais, manter ou ainda ganhar peso, precisa seguir uma dieta balanceada. Para isso, é preciso fazer as escolhas certas e colocar no prato as quantidades ideais de cada tipo de alimento. É aí que entra a ajudinha da pirâmide alimentar.
Entender a ilustração é mais simples do que você imagina. Ela serve como um guia, onde estão todas as informações necessárias para montar refeições saudáveis e indica de maneira bem simples e objetiva quais nutrientes devem ser priorizados.

A pirâmide alimentar tem formato triangular e é dividida em oito grupos, formados a partir das características nutricionais dos alimentos. Cada grupo tem uma porção de consumo diário indicada e, cada porção, um número de calorias determinado.

Para colocar a pirâmide alimentar em prática no dia-a-dia e fazer refeições na medida certa, é só conferir as calorias de cada alimento antes de consumir e calcular a quantidade necessária para formar uma porção.

Conhecendo a pirâmide alimentar

piramide alimentar Como a pirâmide alimentar pode melhorar sua dieta
Grupo 1: Composto por alimentos ricos em carboidrato, que formam a base da pirâmide. Mesmo considerados verdadeiros vilões, a presença dos carboidratos na dieta é essencial, já que eles são a maior fonte de energia para o organismo e colaboram para o bom funcionamento do metabolismo. De acordo com a pirâmide, o ideal é consumir de cinco a nove porções de caboidrato diariamente. Cada porção apresenta 150 calorias.

Grupo 2: Nele se encontram legumes e verduras, que são ricos em vitaminas, sais minerais, fibras e possuem nutrientes essenciais a diversas funções do organismo. Uma dieta equilibrada deve conter de quatro a cinco porções de legumes e verduras dentre as refeições, somando apenas 15 calorias por porção. Dê preferência para as verduras de folhas verde-escuro (brócolis, mostarda, couve) e legumes amarelo-alaranjados (cenoura, abóbora, beterraba, ricos em betacaroteno.

Grupo 3: Este é o grupo das frutas. Elas são ótimas fontes de vitaminas, sais minerais e fibras, principalmente quando consumidas ao natural. Segundo a pirâmide, é preciso consumir diariamente de três a cinco porções, com 35 calorias cada.

Grupo 4: Formado pelo leite e seus derivados, os maiores fornecedores de cálcio para o organismo. O cálcio é um mineral essencial na formação dos ossos e dentes, contração muscular e na ação do sistema nervoso. O consumo dos alimentos deste grupo não deve ultrapassar três porções diárias, cada uma delas com 120 calorias.