quinta-feira, 26 de abril de 2012

Evite a caspa e a seborréia



A caspa, também conhecida como dermatite seborreica, é um quadro leve de descamação do couro cabeludo, que pode ser causada por diversos motivos. Quando a descamação é mais intensa, é chamada de seborréia e costuma vir acompanhada de vermelhidão e de irritação do couro cabeludo.

Não existe uma causa decisivamente estabelecida, pode haver um ou vários fatores que levam a formação da seborréia. Dentro das possíveis causas está a presença do fungo Pityrosporun Ovale, que vive naturalmente no couro cabeludo. Outros fatores são stress, ansiedade, depressão, doença de Parkinson, acúmulo de produtos ou resíduos no couro cabeludo, dormir com cabelo molhado, gravidez, doença auto-imune, procedimentos químicos como alisamentos, entre outros.

A seborréia  pode ocorrer em ambos os sexos, ocorrendo pelo menos uma vez ao ano em 50% dos brasileiros. A caspa  não é contagiosa, tem períodos de melhoras e pioras, dependendo dos cuidados para controlá-la.

Você pode prevenir a caspa e seborréia com medidas simples:

- Não dormir com cabelo molhado e nem prender;
- Usar um shampoo adequado para seu tipo de cabelo;
- Não deixar resíduos de produtos no couro cabeludo;
- Ter uma dieta equilibrada;
- Minimizar o stress, ansiedade e controlar doenças sistêmicas.

Para tratar a caspa, recomendo o uso de shampoos à base de cetoconazol, octopirox, piritionato de zinco e para casos de seborréia acido salicilico, enxofre e coaltar, além de loções capilares à base de corticóides. Em casos muito graves, indico comprimidos à base de isotretinoína, que ajuda a reduzir a atividade da glândula sebácea, atrofiando-a e minimizando-a.