sábado, 14 de abril de 2012

Mitos e Verdades sobre Cabelos


Mitos e Verdades sobre Cabelos

Dúvidas sobre cabelos é o que não falta não é mesmo? Confira algumas perguntas e respostas que realmente fazem a diferença para a saúde e beleza dos seus cabelos.

O reparador de pontas realmente funciona?
Os reparadores de pontas surgiram como a solução perfeita para as pontas duplas, problema tão comum principalmente em cabelos frágeis. Estes produtos costumam fazer parte dos cuidados capilares de quem sofre com fios frágeis, quebradiços e que se lesam com facilidade. Na verdade eles não tem a função de reparar as pontas. Agem nas áreas de lesão dos fios, que normalmente caracterizam as pontas duplas, e as mantêm seladas durante o período em que estiverem sobre o cabelo. Porém, uma vez que lavamos as madeixas, os efeitos do produto desaparecem, ou seja, resolve o problema momentaneamente.
 
O mar desidrata a fibra capilar?
A água do mar é rica em cloreto de sódio, substância que abre demais as cutículas do cabelo, deixando o fio mais poroso. O resultado disso é uma perda maior de líquido na fibra capilar, deixando-os mais secos. Em outras palavras, os cabelos perdem a maciez, ficam opacos e profundamente secos.
 
É essencial enxaguar os fios com água doce após um mergulho no mar?
Tomar uma ducha de água doce é imprescindível para retirar o excesso de sal cabelos. Essa ação é necessária porque o cloreto de sódio presente na água deposita-se nos cabelos durante o período que a pessoa está praia. Este acúmulo resseca ainda mais os fios.
 
Os cabelos tingidos sofrem mais com as agressões do sal?
Ao deixar o fio mais poroso, a água do mar também faz com que a cor desbote mais rapidamente. Por isso, os cabelos com tintura necessitam de tratamento especial para que a coloração não dure menos tempo.Hidratação intensiva e uso de leave-in são os cuidados essenciais. É necessário também recorrer a xampus para cabelos tingidos que aumentam a fixação do pigmento ao fio.
 
PH baixo dos xampus deixa cabelo mais sedoso?
Antes de discutir se a informação acima é verdadeira ou não, é importante entender o significado da sigla.  PH é a abreviação de potencial hidrogeniônico, que é uma escala que determina o grau de acidez ou alcalinidade de cada xampu. Ela varia de 0 a 14, dividida da seguinte forma:
  • pH 7 = neutro
  • pH abaixo de 7 = ácido
  • pH acima de 7 = alcalino (básico)
Segundo o Centro de Tricologia, o pH do couro cabeludo varia entre 3,8 e 5,6. Já o pH natural dos fios é de 4,5 a 6. Ou seja, nos dois casos, é levemente ácido. Por conta disso, o xampu que usamos também deve ter pH baixo, preferencialmente entre 4,5 e 6, pois esse tipo penetra mais profundamente na fibra capilar e, consequentemente, favorece a ação dos ativos dentro dela. Resumindo, o pH ácido ajuda a fechar as cutículas e aumenta o brilho dos fios. Sendo assim, o pH baixo nos xampus deixa, sim, o cabelo mais sedoso.

Mitos e Verdades sobre Cabelos
 
O xampu sem sal é mais eficiente?
Os xampus sem sal teriam a função de limpar e não promover irritação nem ressecamento. O sem sal do rótulo, no entanto, se refere apenas à ausência de cloreto de sódio na fórmula. Vale lembrar que, quando se refere a sal, está se falando do cloreto de sódios (sal de cozinha). Mas os xampus têm que ter algum tipo de sal para promover a espuma e o espessamento necessário. No entanto o excesso de sal faz mal no caso de cabelos finos e secos, couro cabeludo ressecado e irritado, e também em pessoas muito sensíveis e com cabelos quimicamente ressecados. Crianças e recém-nascidos sofrem mais com xampus que retiram toda gordura e resíduos.
 
O óleo de argan é mais eficiente nas hidratações?
É uma hidratação poderosa, pois é riquíssimo em nutrientes e dá muito brilho aos fios. Além disso, ao contrário das outras hidratações, os resultados podem durar até mais de 30 lavagens. O óleo é rapidamente absorvido pelo fio e não deixa resíduos gordurosos. Ele é  extraído das amêndoas da árvore marroquina Argania e tem ações anti-frizz e de restauração fundamentais para manter a vitalidade capilar em tempos mais secos como o outono e inverno. Ele deixa os cabelos hidratados e disciplinados e sem provocar oleosidade excessiva.
 
A oleosidade excessiva pode provocar a queda?
A produção excessiva de oleosidade pode causar a seborreia, que é uma inflamação crônica. A seborreia, por sua vez, pode causar um entupimento dos folículos pilosos, levando a uma menor oxigenação dos mesmos, e consequentemente, à queda de cabelo.
 
A argila ajuda no controle da oleosidade?
A argiloterapia faz uma limpeza profundo nos fios desde o couro cabeludo, devolvendo vida aos fios. Quando a argila é aplicada na raiz, ela remove todas as células mortas e ativa a circulação do couro cabeludo para incentivar o crescimento de novos fios saudáveis.
 
Gestação deixa os cabelos mais bonitos?
Sim, verdade. O corpo da mulher sofre várias transformações devido às alterações hormonais e é esperado que durante a gestação ocorra um crescimento mais intenso dos fios. A fase de crescimento (anágena) será mais prolongada e de queda (telógena) diminui. Assim, a gestante terá um cabelo mais farto e mais bonito.

Após o parto, o cabelo sofre mais com queda ?
Após o parto, há uma alteração brusca hormonal e, portanto, sem o estímulo que existia anteriormente, os fios entram rápida e intensamente na fase telógena, isto é, de queda. Geralmente, isso pode acontecer até seis meses após o parto.Mas se a gestante já tem antecedentes pessoais de calvície, esse período de queda pode se prolongar por muito mais tempo.

O estresse estimula a queda capilar?
Sim. Assim como todo o organismo, o cabelo também sofre com o estresse. Cada pessoa sente e expressa os efeitos do estresse em áreas diferentes do organismo. Porém, normalmente, a perda de cabelo por conta disso não é definitiva e ele voltará a crescer.
 
Cortar o cabelo na lua cheia ou crescente acelera o crescimento?
As fases da lua não estimulam o crescimento capilar. Na verdade, o cabelo é uma pilha de queratina. Tudo o que acontece com ele está na parte interior do couro cabeludo, a três ou quatro milímetros de profundidade. Nossos cabelos nada mais são do que células mortas impregnadas de queratina. Portando, não há uma conexão entre o crescimento dos cabelos com as fases da lua.
 
A água fria deixa os cabelos mais bonitos e saudáveis?
Na verdade, é a água excessivamente quente que prejudica a saúde dos fios, estimulando a produção das glândulas sebáceas. Com a entrada do inverno, é recomendado optar por temperaturas mornas. Mas a água fria ajuda a fechar as cutículas, evidenciando o brilho dos fios e diminuindo a oleosidade.