quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Hora da Leitura: O olho da Universidade

olho universidade alta

Peterson, em sua longa introdução, dirá que a contraposição entre pesquisa fundamental e utilitária é uma falsa questão. Ele parte de Derrida para debruçar-se sobre o discurso tecnoeconômico que tenta se impor à Universidade, e como este se coaduna com a noção de responsabilidade. De qualquer forma, o que é a responsabilidade na Universidade? É responsável discutir esta responsabilidade? Quem tem o direito de fazê-lo? Segundo Derrida, que retoma um Kant “atual e casto” e mergulha em seu Conflito das Falculdades, “a Universidade está aí para dizer o verdadeiro, para julgar, para criticar no sentido mais rigoroso do termo, a saber, para discernir e decidir entre o verdadeiro e o falso; e, se ela também está habilitada a decidir entre o justo e o injusto, o moral e o imoral, é porque a razão e a liberdade de juízo estão implicadas.”